Pesquisar este blog

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

É preciso enxergar o óbvio

Temer está muito incomodado com o procurador geral, Rodrigo Janot e muito à vontade com sua substituta Raquel Dodge. Por quê?




"Sra. Raquel Dodge, não fica bem para a futura PGR manter encontros informais na intimidade noturna com um investigado em potencial, Temer!", lembrou o jornalista da Globo.


Jornalista Alex Solnik dispara perguntas sobre o encontro entre Michel Temer e a nova procuradora-geral da República; "A primeira questão é: por que o encontro foi secreto? 

A segunda: nunca se soube de um caso em que o presidente da República se ocupou em tratar de detalhes da posse um Procurador Geral, tarefa que é delegada ao chefe do cerimonial. 

E ainda: se o encontro foi combinado no mesmo dia supõe-se que havia um assunto urgente a debater ou combinar. Que urgência havia a respeito de uma posse que se dará daqui a 40 dias?".

Para ele, "não têm pé nem cabeça as explicações de Dodge e de Temer".
Postar um comentário